21.6.09

Compensados ou salto agulha, o formato não importa desde que tenha mais de sete centímetros, regra cumprida pelas cerca de 300 mulheres que hoje participaram na primeira edição da corrida "Saltos Altos".

 

A prova, que já é realizada em várias cidades do mundo, disputou-se pela primeira vez em Portugal no passeio marítimo de Alcântara, em Lisboa, e cansada pelo prémio por "ter a certeza" de não conseguir ganhar.

Já Catarina Carvalho, 27 anos, mostrou ser uma pessoa precavida. "Primeiro fui-me informar para ver como eram as condições, nomeadamente a distância porque isto de uma corrida de saltos altos...meu Deus. Depois quando até vi que era curtinha pensei 'bora lá', vamos ver o que é que dá". Catarina, no entanto, pôs de parte qualquer hipótese de ganhar por causa de outras concorrentes "muito bem preparadas".

Para participarem nesta corrida, todas as mulheres tinham de cumprir algumas regras simples. "A primeira coisa é ser maior de dezoito anos e o principal é trazer uns sapatos de salto alto no mínimo com sete centímetros de altura porque achamos que já é o mínimo que permite ter algum desafio e garantir que temos de ter algum equilíbrio para percorrer estes 280 metros", explicou Patrícia Jesus, da organização.

Antes da partida, tempo ainda para um aquecimento aeróbico que com certeza ajudou Maria Filipa Guedes a cruzar a meta em primeiro lugar.

"Foi giro, mas prefiro correr de ténis", disse a vencedora, admitindo que ainda assim foi "mais fácil do que estava a pensar".

 

Fonte: DN

 

link do postescrito por anid, às 21:28  opina à-vontade

17.6.09

É uma grande questão para mim. Ou pelo menos era até hoje.

Sempre disse que preferia trabalhar com homens, muitas mulheres juntas são faísca e normalmente da grossa. Já trabalhei num espaço só com mulheres e então tenho isso como exemplo.

Agora trabalho num grupo grande, em que as mulheres contam-se pelos dedos e os homens são às dezenas.

E, finalmente, hoje cheguei a uma grande conclusão (após convivência e conversas com outras pessoas): trabalhar só com mulheres é mau ou só com homens é bom, é uma ideia pré-concebida errada. Os homens conseguem ser tão más-línguas como as mulheres.

Portanto, o que interessa mesmo é a personalidade de cada um, como nos adaptamos à forma de eles trabalharem e eles se adaptam à nossa.

 

link do postescrito por anid, às 18:54  opina à-vontade

27.3.09

Mandaram-me este e-mail e até já me estou a sentir melhor das minhas dores de costas, de pescoço e constante irritação do nariz...

 

Quando Deus fez a mulher, já estava a trabalhar há seis dias consecutivos, apareceu um anjo que lhe perguntou:
- Deus, porque estás a perder tanto tempo com esta criação?
Ao que Deus respondeu:
- Já viste a minha lista de especificações para este projecto? Ela tem que ser completamente lavável, mas sem ser de plástico, tem mais de 200 partes móveis, todas substituíveis, e é capaz de sobreviver à base de coca-cola light e restos de comida, tem um colo capaz de segurar em quatro crianças ao mesmo tempo, tem um beijo capaz de curar qualquer coisa desde um arranhão no joelho a um coração ferido e faz isto tudo apenas com duas mãos.


 

Tags:
link do postescrito por anid, às 17:28  opina à-vontade


pesquisa
 
mais sobre mim
Maio 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Leitura em curso
Neste momento não leio nada, apenas escrevo...
comentários recentes
PROGRAMA DE AFILIADOS!Você está a procura de um re...
aqui no Brasil a gente fala muito mal o nosso idio...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
por acaso tambem andei muito a procura desta music...
blogs SAPO